CONFIRA A LISTA DE SERVIÇOS FINANCEIROS ACESSÍVEIS PELA INTERNET

Mensagens diretas (chat)
Para esclarecer uma dúvida ou pedir informações, muitos bancos têm assistentes virtuais (chatbots), inclusive em aplicativos de troca de mensagens, como WhatsApp, e em redes sociais. O Banco Central conta com o Din, assistente virtual disponível no site do BC ou na mensagem direta do Twitter.

Transferências eletrônicas
Se puder, evite ir às agências bancárias para movimentar dinheiro. A transferência entre contas do mesmo banco ou a TED/DOC permitem que você faça essas transações sem sair de casa. Verifique se sua instituição oferece esse serviço.

Pagamentos

Para pagamentos em geral, use meios eletrônicos sempre que possível, evitando manusear cédulas e moedas.

Prefira pagar os boletos por meio da leitura de código de barras com a câmera do celular. É seguro e prático, além de evitar ficar exposto ao dirigir-se ao caixa da agência bancária.

Nas operações com cartão, prefira as máquinas que aceitam pagamento por aproximação. Assim, você tem menos contato com os aparelhos.

Limite de transferências
Pode ser que você não esteja autorizado a fazer determinadas transações pela internet pois excedem os limites estabelecidos. Esses limites existem para proteger o correntista de transferências sob coação de criminosos. Alguns bancos permitem o aumento desse limite por meio do aplicativo. Em alguns casos, pode ser necessário contatar seu gerente por telefone. Verifique com seu banco.

Contratação de empréstimos e financiamentos
Muitos sites e aplicativos têm funcionalidades específicas para contratar empréstimos e financiamentos pela internet. Nelas você também pode tentar renegociar dívidas, sem necessidade de comparecer à agência. Verifique se eu banco oferece os serviços de renegociação e as condições das novas operações.


A INDIGO Investimentos DTVM LTDA., preza pela qualidade das informações compartilhadas. Apesar todo o cuidado aplicado na coleta das informações, não nos responsabilizamos pela publicação adventícia de dados incorretos. As notícias, matérias e opiniões aqui veiculadas, não representam necessariamente a nossa opinião, sendo divulgadas apenas em caráter informativo. Algumas informações podem ter sido obtidas de fontes públicas como a Comissão de Valores Mobiliários, “CVM”, “BACEN” e “ANBIMA”, entre outros. 
Em atendimento à Lei n.º 9610/98, “Lei de Direitos Autorais”, ressaltamos que, se necessário citamos todas as fontes das informações divulgadas, não nos responsabilizando por perdas e danos, custos e lucros cessantes. Em casos de autoria, havendo discordância da divulgação, ou ausência da menção à esta, basta o autor solicitar que a matéria será removida dos nossos meios.
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home